10 razões para fazer o monitoramento de ativos

31 de março de 2022
10 razões para fazer o monitoramento de ativos

Buscando confiabilidade e previsibilidade? Softwares de manutenção são programas desenvolvidos especificamente para a gestão de equipamentos e ativos, a partir da automação e centralização de dados industriais para apoio na análise e tomada de decisão. 

Neste texto vamos abordar 10 razões para investir em um sistema de gestão de excelência, capaz de apoiar e otimizar o seu plano de manutenção e confiabilidade dos ativos. Confira!

Por que investir em um software de manutenção?

1- Diminuição do risco de acidentes com profissionais

Uma das principais vantagens da automação dos processos de manutenção é a segurança dos colaboradores, retirados da exposição aos riscos de acidentes em campo.

O sistema é configurado para executar atividades que antes precisavam ser feitas presencialmente, com uso de papel e pranchetas.

Ou seja, a aproximação dos técnicos com os equipamentos em funcionamento é quase nula e as inspeções podem ser realizadas com a ajuda de um celular, por exemplo. 

2 – Confiabilidade e previsibilidade de ativos

Os ativos são o maior bem de qualquer operação e poder prever qualquer falha ou parada na produção deve ser cada vez mais a prioridade das operações.

Desta forma, a busca por coleta de dados remota e a centralização dos dados é um dos maiores benefícios ao se investir em um software de manutenção, pois centraliza todas as informações dos ativos monitorados, permitindo um acompanhamento mais objetivo no que diz respeito ao histórico de falhas, desempenho, entre outros. 

3 – Aumento da vida útil dos equipamentos com previsibilidade

Estando entre os principais e mais importantes motivos do investimento está a confiabilidade e assertividade das coletas realizadas de forma remota dos ativos.

Pois assim, a melhora do desempenho com o controle de anomalias sendo monitorado online e remotamente.

4 – Economia de tempo e recursos

O uso desse tipo de sistema proporciona uma melhor definição de prioridades na manutenção, assim como a automação de tarefas antes realizadas manualmente, como por exemplo: o planejamento, monitoramento e a análise de dados das máquinas.

Além disso, há também a economia de peças de reposição, mantendo o estoque. 

5 – Facilita a manutenção preventiva e preditiva

Um software de gerenciamento permite agir de forma antecipada e planejada aos modos de falhas apresentados em uma máquina ou equipamento, tornando mais eficiente o uso de tecnologias integradas ao sistema. 

Sensores sem fio, por exemplo, quando integrados a um software de manutenção, coletam e enviam os dados para a nuvem, disponibilizando em seu painel, relatórios da condição do ativo e a configuração de alertas de criticidade, antes que a falha ocorra.

6 – Melhora a tomada de decisão

A partir das informações coletadas, a análise dos dados se torna mais assertiva e eficiente, pois foram monitoradas online e remotamente de acordo com o funcionamento do ativo.

Os KPIs, por exemplo, são indicadores de desempenho em forma de gráficos, com dados mensais comprometidos com resultados que servem para apontar o que está dando certo e o que deve ser melhorado na atividade mensurada.

Esse processo além de facilitar a rotina do técnico de manutenção, proporciona mais alternativas de planejamento e auxílio na tomada de decisão.

7 – Diminui a margem de erros com a confiabilidade

A substituição do processo manual, diminui as chances de erros humanos na hora de uma análise, deixando o processo mais assertivo e fidedigno quanto aos relatórios e coletas da condição do equipamento.

O software se torna, nesse caso, o melhor amigo do manutentor ao gerente de manutenção, realizando análises de maneira remota e baseadas na confiabilidade.

8 – Otimização de H/H

A automação dos processos permite que o tempo de trabalho dos técnicos seja melhorado e canalizado em outras tarefas de manutenção que levariam cerca de 8 horas para ser realizada.

Sendo assim, há uma otimização do tempo de trabalho dos colaboradores no chão de fábrica, favorecendo a produtividade e aperfeiçoamento dos mesmos com outras funcionalidades do próprio software. 

9 – Documentação de procedimentos

Outro ponto importante, é que as informações são todas salvas e documentadas automaticamente no sistema, facilitando a consulta sobre manutenções anteriores em arquivos digitais e tornando os processos mais práticos, bem como o fluxo de atividades. 

10 – Fortalece a transformação digital

O uso de software no gerenciamento da manutenção e previsibilidade, é acima de tudo, estar atualizado no aspecto da competitividade e eficiência das operações.

A implementação desse tipo de ferramenta é uma realidade em diversos setores industriais que buscam estar antenados nos conceitos e estratégias da indústria 4.0. 

Software de manutenção da Dynamox

A Dynamox possui o seu próprio sistema de gestão de ativos, criado e desenvolvido pelo departamento de P&D, que atende diversos setores industriais no acompanhamento das condições dos ativos, focando na previsibilidade e confiabilidade.

Nele, existem diversas funcionalidades relevantes para a gestão da manutenção de ativos, com dashboards de apoio à tomada de decisão e informações compactas de pontos monitorados pelos Dynaloggers.

Além disso, um histórico de dados apresentados em formato de gráficos, gráficos de orbitais, análise espectral, atualização de spot baseado em métricas específicas com alertas contínuos e árvore de ativos com a visão completa das plantas.

Adicionado recentemente, o DynaPredict conta agora com marcadores de frequência previamente cadastrados na central do ativo, visando incrementar o potencial de identificação da evolução de falhas no maquinário. Leia mais sobre as novidades da plataforma aqui.

Confira as aplicações do nosso software de manutenção nos cases de sucesso do blog.


Canais de Comunicação


DynaPredict
Empresa
Conteúdo
Suporte
Unidades
icon

icon
icon
icon
icon
icon

@ Dynamox.

Todos os Direitos Reservados.

ISO
Great Place To Work

@ Dynamox.

Todos os Direitos Reservados.