Como trabalhar com o custo do ciclo de vida dos ativos na sua indústria

Como trabalhar com o custo do ciclo de vida dos ativos na sua indústria

A crescente importância dos custos indiretos nas decisões de investimentos mudou a forma como o custo total é visto. Vários outros custos, não apenas o de aquisição, são levados em conta nas decisões. Essa tendência é reforçada pelo aumento dos custos de consumo energético e de peças de reposição. Por isso, algumas indústrias começaram a lidar com modelos de ciclo de vida como parte de uma gestão estratégica de custos.


O que são os custos do ciclo de vida


Os custos do ciclo de vida (Life Cycle Costing) são a soma de todos os gastos incorridos desde a aquisição até o descomissionamento e descarte da máquina ou equipamento. É uma técnica utilizada para garantir que o custo de toda a vida de um ativo seja o mais baixo possível. Ela gera uma importante informação de advertência em caso de altos custos de manutenção ou elevadas despesas operacionais.

Proprietários, gerentes e funcionários, de um modo geral, precisam tomar decisões sobre a aquisição e o uso contínuo de seus ativos, incluindo necessidade de peças de reposição e local adequado para sua instalação. O custo inicial de capital para aquisição de um ativo é geralmente definido de forma objetiva e é um fator-chave que influencia na escolha do ativo, considerando as alternativas para seleção.

No entanto, é apenas uma parte dos custos ao longo do ciclo de vida de um ativo. Dito isso, esse processo de identificar e documentar todos os custos envolvidos ao longo da vida de um ativo se faz necessário.

O custo total de propriedade de um ativo é muitas vezes muito maior do que o custo inicial de investimento e pode variar entre diferentes soluções apresentadas para uma mesma necessidade operacional. A consideração dos custos ao longo de toda a vida fornece uma base sólida para a tomada de decisões. A partir dessa informação, é possível:

  • Avaliar os requisitos para a necessidade de recursos futuros;
  • Avaliar os custos de aquisições de potenciais alternativas de investimento;
  • Decidir qual é o melhor fornecedor para o ativo escolhido;
  • Contabilizar recursos usados no passado e no presente;
  • Melhorar o design do sistema produtivo (pela mudança da necessidade de mão de obra e energia ao longo do ciclo de vida);
  • Otimizar o suporte operacional e de manutenção;
  • Avaliar quando os ativos chegam ao final de sua vida econômica e se uma modernização se faz necessária.


A metodologia do custo do ciclo de vida


O ciclo de vida possui diversos estágios, detalhados em artigo anterior que pode ser acessado aqui e ilustrados abaixo.

A vida de um ativo pode ser determinada por sua capacidade de entregar produtos ou serviços na qualidade esperada. Isso quer dizer que ativos podem se tornar obsoletos antes de propriamente chegarem ao estágio de descarte, por não atenderem o esperado desempenho em termos de qualidade. Mudanças regulatórias, inviabilidade econômica motivada por mudanças tecnológicas ou no cliente final, também podem ser razões para a obsolescência.



Objetivos da metodologia


A análise do custo do ciclo de vida pode ser realizada durante quaisquer dos seus estágios. Ele pode fornecer informações para decisões relacionadas ao planejamento, compra, instalação, operação, manutenção, reforma e descarte de ativos.

Os objetivos do custo do ciclo de vida são:

  • Identificar os atributos que mais influenciam no custo do ciclo de vida, para uma gestão eficaz;
  • Definir o fluxo de caixa necessário para o projeto;
  • Minimizar o custo total da aquisição e da infraestrutura onde o ativo será instalado;
  • Apoiar a tomada de decisão da gestão durante qualquer fase do ciclo de vida do ativo.

O processo de identificar o custo do ciclo de vida de um ativo pode ser tão simples quanto uma tabela de custos anuais esperados ou pode ser um modelo complexo que aborda potenciais cenários com base em custos futuros. O escopo e a complexidade da análise deve refletir a complexidade dos ativos sob análise, a capacidade de prever os custos futuros e a importância deles para a decisão da organização.


Mais disponibilidade para os seus ativos


A solução DynaPredict, tem provada aderência em diversos tipos de indústria no auxílio da gestão dos ativos, desde a sua instalação até o final da sua vida. É uma tecnologia que incorpora os principais valores da indústria 4.0, auxiliando na melhor gestão do ciclo de vida de ativos industriais. Entre em contato e saiba mais.