logo

Identificando falhas em componentes industriais com sensores wireless

14 de setembro de 2022
Identificando falhas em componentes industriais com sensores wireless

A identificação de falhas em componentes industriais tem ganhado um novo aliado quando se fala em monitoramento contínuo de equipamentos: a coleta de dados de vibração e temperatura através de sensores sem fio ou sensores wireless que acompanham a atividade do equipamento 24 horas por dia.

Estes dados, quando analisados e monitorados de forma contínua garantem uma estratégia efetiva de planejamento e acompanhamento da manutenção dos ativos mais simples até os mais críticos.

Aliás, as técnicas de manutenção preditiva estão cada vez mais presentes nas atividades de gestão da manutenção e nos setores industriais.

A verdade é que o monitoramento contínuo de ativos, falhas e equipamentos, por meio de sensores e softwares, assumiram um papel de peso na tomada de decisão baseada em dados facilmente coletados e analisados na palma da mão ou em um CMA (Centro de Monitoramento de Ativos), por exemplo.

Atuando como aliados do gestor e da equipe de manutenção, o uso de sensores e softwares com painéis de fácil visualização, otimizam o tempo, identificando as prioridades para tomada de decisão, reduzindo assim custos e prejuízos, visando um fluxo operacional controlado com a automatização de algumas atividades.


Monitorando ativos complexos


Por sua vez, transportadores de correia são ativos classe A de um processo de mineração ou industrial, ou seja, equipamentos que não podem parar sem afetar toda uma linha de produção.

Devido ao seu tamanho, existem muitos pontos a serem monitorados e ou levados em consideração quando falamos em planejamento e manutenção.

Através desta análise inicial, buscando reduzir as horas de trabalho e evitar um processo manual que não está em conformidade com a NR 12 , foram instalados sensores sem fio na extensão da correia transportadora.

Os Dynaloggers assim que são aplicados ao equipamento buscam mapear aspectos de vibração e temperatura que atuam na normalidade de sua operação.

Após coletada estas informações, o sistema gera gráficos que apontam toda e qualquer atividade fora do comum ou que possam repercutir em uma falha catastrófica ou parada não programada.

Tudo isso só é possível através de métricas específicas da manutenção e do ativo, como por exemplo, do transportador: o motor, redutor, mancais, carpete, tambores e outros problemas relacionados.

Confira a seguir três casos identificados pela equipe técnica em campo, mostrando como a tecnologia é uma grande aliada na coleta automatizada de dados, auxiliando a gestão de ativos e trazendo benefícios nos processos industriais.

1- Baixa rotação monitorada de um mancal de correia transportadora

A falha em um mancal de rolamento da correia transportadora foi mais uma falha identificada previamente através do prognóstico remoto da Dynamox.

Por meio das formas de visualização de anomalias em análise espectral e autocorrelação da forma de onda, disponíveis na Plataforma DynaPredict, ficou evidente nos gráficos a mudança de comportamento do ativo, apontando a baixa rotação do mancal, para ação de correção antecipada da falha e possível evolução da anomalia.

A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless
A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless

Ambos os casos ocorreram no mesmo ativo, porém em pontos diferentes e distantes devido a sua extensão.

2 – Folga na porca KM de fixação do rolamento

Pensando em evitar uma parada de produção, a Belém Bioenergia investiu em sensores sem fio para fazer o monitoramento contínuo da máquina e assim, sinalizar anomalias antecipadamente.

Através da leitura dos espectros em aceleração foi identificado a mudança no comportamento do equipamento indicando uma folga rotativa no mancal de rolamento.

A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless
A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless
A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless

Com a análise aprofundada dos espectros gerados pela Plataforma DynaPredict, laudos técnicos apontaram uma folga da porca KM, que necessitava de correção.

A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless

Uma manutenção simples, como um aperto dos parafusos resolveu o problema em uma parada programada que foi planejada ao identificar a necessidade do reparo.

Após este processo, a máquina voltou a operar com vibração baixa e evitando falhas no mancal. Esse processo não gera “foras corretivas”, entra no backlog de preventivas, não gerando custo diferenciado.

3 – Vibração sinaliza problema de fixação do motor


Os sensores sem fio ao serem instalados na máquina captam sua vibração “natural” e níveis de normalidade.

Os dados coletados são analisados e apresentados em painéis especializados que funcionam como um “assistente”.

Levando isso em consideração, este trabalho com métricas de análise de vibração e temperatura de um transportador de correia resultou no apontamento de um estado crítico na tela do dashboard.

A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless
A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless
A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless

A partir da sinalização de criticidade, um estudo detalhado foi feito que apontou a elevação da vibração em velocidade a mais de 11x que a vibração original, detectando a folga dos parafusos de fixação do motor de acionamento do tripper.

A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless
A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless
A identificação de falhas industriais ganhou um aliado no monitoramento contínuo: a coleta de dados através de sensores sem fio ou wireless

Com base nestes dados, foi planejada uma parada programada e realizado o procedimento de intervenção e correção do motor, onde a equipe corrigiu a falha e o equipamento voltou a operar com a vibração normal.

Todo processo resultou em zero exposição da equipe em campo e diminuiu de forma significativa os custos que uma parada não planejada poderia gerar.

O uso de sensores e gateways na planta da Vale, em Parauapebas, auxiliou a equipe de manutenção na identificação da falha, onde o acesso ao equipamento é restrito por questões de segurança.

A máquina passa pelo processo de bloqueio (onde o reparo acontece com ela parada) em tempo hábil de programação de ação.

Para Luis Silva, Técnico em Manutenção, que participou direta e indiretamente de todos os projetos “a ferramenta facilita muito as análises da condição de ativos.

Os gráficos da plataforma, laudos e relatórios gerados, são um diferencial importante da solução.” destaca.

Os sensores wireless da Dynamox são os responsáveis pela coleta de dados da solução de manutenção preditiva, DynaPredict e, através deles são mapeados resultados significativos para o departamento de manutenção das indústrias que buscam investir na análise de dados e no monitoramento contínuo e remoto da planta.

Continue navegando e veja o que a Solução DynaPredict tem a agregar para a sua indústria na detecção e análise de falhas, contribuindo para uma gestão de ativos assertiva e eficiente.


Somos excelência no que fazemos

  • isso-27001
  • gptw

Ficou com dúvida? Nós entramos em contato com você