logo

Vale evita perda de 30 mil toneladas de minério

26 de julho de 2021
Vale evita perda de 30 mil toneladas de minério

O dia a dia da equipe de manutenção, na Mina de Fazendão, vinha apresentando algumas dificuldades e até riscos para os colaboradores em campo.

A coleta de dados era feita de forma manual e quinzenalmente, precisando que um analista fosse até o local da máquina para coleta e análise posterior.

Além disso, a grande distância entre as minas e o tráfego em áreas de acesso restrito apresentava risco à integridade física dos colaboradores e tempo de serviço. 

A Vale buscou soluções que auxiliassem a equipe de preditiva a melhorar os processos de monitoramento dos ativos e a Dynamox foi a empresa escolhida, por meio da Solução DynaPredict.

O uso de sensores sem fio de vibração e temperatura, os DynaLoggers, no maquinário da mina resultou em um ganho considerável de produção, confiabilidade e disponibilidade dos ativos.

Foram instalados sensores em todos os equipamentos (correias transportadoras, peneiras vibratórias, alimentadores vibratórios, britadores de mandíbula, alimentadores de correia, etc) e seus respectivos subconjuntos (motores, redutores, mancais de transportadores, caixas excitadoras e rolamentos dos queixos do britador).

A Vale também optou pela aquisição de gateways, que, em comunicação direta com os sensores, fazem coleta automatizada dos dados.

Além disso, foi desenvolvido, em conjunto com a Vale, um sistema de detecção automatizada em que é possível verificar os dados gerados pelos sensores, na Plataforma DynaPredict Web, com a aplicação de machine learning para identificação de falhas.

Por meio de relatórios, os resultados aparecem com o status e o tipo de anomalia detectada, em dashboards customizados, com interface de fácil entendimento. 

Segundo estimativas da Vale, o uso da solução no dia a dia da equipe de manutenção evitou perdas no circuito estimadas em 30 mil toneladas de minério, correspondente a R$ 3.438.000,00.

Com a implantação do sistema de monitoramento remoto e detecção automatizada, os riscos de segurança aos colaboradores reduziram consideravelmente.

Não havendo necessidade de deslocamento para monitoramento da condição dos equipamentos, o tempo de cada analista foi otimizado, com ganho de 12,8 HH mensais.

Identificação de falha

Muitas falhas foram detectadas por meio do sistema de detecção e prognóstico.

Com os dados coletados dos sensores pelos gateways e centralizados em nuvem, a tomada de decisão se tornou mais precisa.

Um exemplo de falha foi no ativo transportador de correia, localizado no mancal LE de tambor de acionamento.

No dashboard, o diagnóstico evoluiu de “acompanhamento” para “crítico”.

Utilizando machine learning, o sistema identificou que a falha era folga.

A partir desse relatório, a equipe pôde intervir e substituir o rolamento que apresentava marcas de giro na pista interna sobre a bucha de fixação, confirmando assim a assertividade da detecção automatizada.

Saiba como o monitoramento remoto e coleta de dados ajudou a equipe da Vale nos processos de mineração, segurança e vida útil de ativos.

Os resultados fornecidos eliminaram a necessidade da análise ponto a ponto na planta e também evitaram diversas falhas catastróficas na mina.

Confira a publicação original elaborada pela Vale aqui.

Acompanhe outros cases de sucesso da Dynamox no blog e conheça os benefícios da aplicação dos produtos e serviços da empresa para o seu negócio.

Fonte: Vale


Somos excelência no que fazemos

  • isso-27001
  • gptw

Ficou com dúvida? Nós entramos em contato com você