logo

Sensores sem fio geram economia de R$ 2 milhões

8 de fevereiro de 2021
Sensores sem fio geram economia de R$ 2 milhões

Em um período de 15 meses, a Bruning Tecnometal, indústria metalúrgica com sede em Panambi (RS), conseguiu evitar a perda de mais de R$ 2 milhões com detecção de falhas em equipamentos por meio dos sensores sem fio, os DynaLoggers, da Dynamox.

Realizando análise de vibração, foi possível fazer a troca de peças e revisão de máquinas, como compressores e motores elétricos, Spindle de máquinas de usinagem e de rolamentos do sistema de transmissão de prensas mecânicas, antes da quebra, evitando longas paradas e garantindo uma maior disponibilidade dos equipamentos para o processo produtivo.

Gilmar Garcez de Oliveira, da engenharia de manutenção da Brunning, apresentou os cases de sucesso em sua página no Linkedin e garante que a utilização dos sensores para monitoramento foi um divisor de águas na carreira. “A implantação da solução da Dynamox foi revolucionária.

Um dos fabricantes de prensas mecânicas chegou a afirmar que a análise de vibração não era eficaz neste tipo de equipamentos e nós conseguimos comprovar o contrário.

“Os resultados são inegáveis. Os meus quase 20 anos de experiência profissional, sendo mais de 11 anos na manutenção, estão divididos em antes e depois da análise de vibração.

Começamos com apenas 3 sensores e ampliamos para 24. Em 2021, queremos ampliar ainda mais esse número”, afirma.

Com um investimento em sensores e gateways da Dynamox, a equipe de manutenção, por exemplo, conseguiu evitar um gasto de R$ 224 mil após análise de vibração que resultou na identificação de um corpo estranho dentro de um elemento compressor.

Para resolver o problema, a Brunning gastou R$ 36 mil, uma economia de 83% em apenas um equipamento.

Fotos dos danos causados por elemento estranho

Outro exemplo, o caso de uma Prensa Mahnke, a equipe conseguiu verificar o desgaste nos roletes e folgas nas pistas do rolamento. A manutenção preditiva e a ação corretiva planejada geraram uma economia de 92% apenas neste ativo, na comparação do custo da corretiva programada e o gasto evitado.

No valor não foi contabilizada a perda na produção que poderia ter acontecido pelos 75 dias de máquina parada no caso de uma quebra.

Assim, de uma corretiva planejada a outra, a equipe de preditiva da Bruning conseguiu evitar o gasto de mais de R$ 2,8 milhões ao longo de 15 meses monitorando continuamente uma parte das máquinas críticas com sensores sem fio.

Fotos do equipamento danificado

Para o CEO da Dynamox, Guillaume Barrault, a missão da empresa é justamente ajudar as equipes de manutenção a identificar problemas antecipadamente e, com isso, evitar prejuízos no processo produtivo. “Cases de sucesso como esse da Brunning nos dão orgulho e nos mostram que estamos atingindo nosso objetivo de garantir disponibilidade do maquinário.

Os investimentos realizados na nossa solução estão trazendo ganhos sem precedentes aos nossos clientes e, o melhor, possíveis de mensurar. Parabéns à equipe da Bruning pelo sucesso atingido com o uso dos nossos produtos”, destaca.

Confira mais ganhos que a Bruning conquistou investindo na Solução DynaPredict


Somos excelência no que fazemos

  • isso-27001
  • gptw

Ficou com dúvida? Nós entramos em contato com você