logo

Como monitorar um compressor com sensores sem fio

11 de agosto de 2022
Como monitorar um compressor com sensores sem fio

O compressor de ar é um equipamento elementar para segmentos de produção e manutenção de processos fabris e o seu uso se faz necessário desde pequenas até grandes empresas. Sua aplicação mais comum tem como principal finalidade prover um abastecimento confiável e contínuo de ar, possibilitando o funcionamento de ferramentas, equipamentos pneumáticos e linhas de produção industriais.  

Por se tratar de um equipamento vital para diversos processos produtivos e de uso contínuo, a manutenção desse ativo é uma etapa fundamental para o seu pleno funcionamento, pois, há vários componentes dentro de um compressor que exigem monitoramento, como óleo, filtros, motor, unidade compressora, entre outros. 

É comum a aplicação de técnicas de manutenção preventiva para o monitoramento de óleo e filtros, mas isso somente não garante a saúde de todo o conjunto. 

Portanto, através de técnicas de manutenção preditiva, como o monitoramento e análise de vibração, podemos aumentar a confiabilidade do ativo, sendo possível prever falhas em componentes como o motor e a unidade compressora, aumentando a vida útil de peças como rolamentos, por exemplo. 

Classificação de compressores e manutenção do equipamento 

Compressores industriais podem ser classificados em duas categorias: volumétrico e dinâmico. 

Modelos volumétricos elevam a pressão por meio da redução do volume ocupado pelo gás. Esse tipo de compressor possui dois eixos rotativos em forma de parafuso, que giram em sentidos opostos, criando uma engrenagem, e também, são os de maior uso na indústria. Já os modelos dinâmicos elevam a pressão por meio da conversão de energia cinética em energia de pressão do ar, sendo facilmente afetado por condições externas, como mudanças de entrada de temperatura. 

Por serem condutores de energia, compressores industriais são considerados equipamentos críticos e que precisam ter um bom plano de manutenção para que seu desempenho e dos demais ativos interligados a ele não sejam afetados. 

É importante estar atento à alguns pontos, como: troca constante de mangueiras e lubrificante utilizado, substituição do filtro de ar, limpeza periódicas evitando o acúmulo de resíduos, assim como, vazamento e fissuras que possam resultar em explosões. 

Confira abaixo como técnicas de manutenção preditiva podem ser um aliado no monitoramento desse tipo de equipamento, buscando estar sempre a frente de modos de falhas e com um bom plano estratégico de ação.

Técnicas de manutenção preditiva em compressores 

A unidade compressora é responsável pela compressão do ar e as folgas entre os dois parafusos são extremamente justas para garantir a maior eficiência na coleta. Nesse caso, o monitoramento dos rolamentos dos parafusos garante que este componente esteja operando nas condições ideais, estendendo sua vida útil e aumentando a disponibilidade do ativo. 

O monitoramento das condições de operação é um importante aliado na busca por maior confiabilidade nestes equipamentos. O acompanhamento online de parâmetros como vibração e temperatura, possibilita a identificação de falhas potenciais com bastante antecedência, tornando possível planejar futuras intervenções, reduzindo assim tempos de parada de produção e aumentando a eficiência do processo produtivo como um todo. 

Sensores sem fio no monitoramento de um compressor 

A instalação de sensores sem fio em compressores é uma alternativa eficiente para realizar o acompanhamento da saúde desse equipamento que opera em altas rotações e pequenas folgas. A análise de vibração desse equipamento, funciona como um indicativo de possíveis falhas, que podem ser detectadas a partir da coleta de dados feita pelos sensores.  

Com o processo de acompanhamento da medição de pressão dos compressores é possível acompanhar sua performance garantindo que cada compressor opere na energia de demanda exata, sem desgastes de peças e outros ativos interligados.  

Posicionados no eixo de entrada do compressor, o mais próximo possível do mancal da engrenagem multiplicadora e em regiões próximas ao rolamento, os mesmos têm o papel de detectar falhas em estágios iniciais e defeitos de engrenagens em máquinas rotativas. Além disso, a aplicação do monitoramento contínuo aumenta a vida útil do ativo. 

Saiba mais sobre o uso dos DynaLoggers em ativos industriais e aproveite para conhecer a Solução DynaPredict Web de análise e prognóstico remoto. 


Somos excelência no que fazemos

  • isso-27001
  • gptw

Ficou com dúvida? Nós entramos em contato com você