Saiba onde monitorar a vibração e quais as vantagens

Saiba onde monitorar a vibração e quais as vantagens

Aplicações práticas do monitoramento de vibração.

A vibração é uma característica presente em praticamente todas as máquinas industriais.

Não necessariamente ela deve ser vista como algo indesejável, visto que as máquinas possuem movimentos oscilatórios que fazem parte de seu funcionamento normal. Inclusive, as vibrações padrão dão um sentimento confortável de que as máquinas estão “vivas”, ou seja, funcionando.

O problema surge quando essa vibração oscila além dos níveis normais, o que pode indicar um desgaste natural de algum componente, ou ainda problemas como desbalanceamento, desalinhamento, folga, rolamento deteriorado, entre outros, que podem requerer ação imediata da manutenção.

Um colaborador treinado, com anos de experiência, pode ser capaz de detectar certas anomalias na vibração de um equipamento, porém seus sentidos humanos não são suficientemente sensíveis para discernir entre os níveis e frequências vibracionais de cada componente, a fim de identificar o foco de uma falha, por exemplo.

Dito isso, faz-se necessário o uso de técnicas mais avançadas e aguçadas para medir e analisar as vibrações. Com o emprego de sensores de vibração, é possível detectar amplitudes e frequências de uma maneira mais eficiente e assertiva, identificando anomalias no comportamento das máquinas e apontando quais componentes são fontes dessas irregularidades.

Mas quais máquinas podem ser monitoradas? Em quais delas o parâmetro de vibração é relevante?

Aplicações de medidores de vibração sem fio

Existem algumas opções de medidores de vibração no mercado, umas mais específicas para motores e bombas, outras, como o DynaPredict, de uso geral.

Abaixo citamos algumas das principais aplicações que vêm sendo, ou podem ser dadas ao DynaPredict:

Máquinas industriais de maneira geral

O monitoramento da vibração, por medidores e analisadores sem fio, pode ser útil em uma grande variedade de máquinas industriais, como motores, compressores, ventiladores, bombas, turbinas, motores spindle, entre outros, e nos mais diversos setores industriais, com destaque para as indústrias de papel e celulose, de plástico, siderúrgicas, moveleiras e automotivas, agroindústria.

Essas máquinas geralmente possuem mais de um ponto a monitorar, sendo possível instalar os medidores de vibração em mancais de rolamento, caixa de engrenagens e extremidades de eixos, por exemplo. O número de medidores dependerá da complexidade e tamanho da máquina, além do nível de monitoramento desejado pelo cliente.

Além disso, outro ponto a ser considerado é a alta frequência de pontos de difícil acesso a serem monitorados, e o fator de considerável periculosidade para a manutenção, o que favorece o uso de dispositivos que permitam a coleta de dados de maneira remota. Ou seja, os medidores de vibração sem fio podem ser úteis não apenas na detecção de falhas, mas também no aumento dos níveis de segurança no chão de fábrica, inclusive na adequação à NR12.

Correias transportadoras

Essenciais para a agilidade na movimentação de cargas, as esteiras transportadoras estão presentes nos mais diversos segmentos e processos industriais.

O equipamento – que consiste em duas ou mais polias que movimentam uma superfície em que determinados materiais ou objetos são transportados – é comumente usado na mineração, na construção civil e até mesmo no setor de grãos e transporte de materiais diversos, como em portos, entre células de produção, e outros.

O monitoramento contínuo de componentes-chave, como mancais de rolamento e roletes, ou partes de difícil acesso (em altura, por exemplo),  pode ajudar a equipe de manutenção a garantir uma alta taxa de disponibilidade desses equipamentos, evitando perdas com paradas no transporte ou inclusive com perigosos incêndios.

Transformadores

Vitais no sistema de distribuição de energia elétrica e geralmente de custo elevado, são equipamentos utilizados na transformação de valores de tensão e corrente elétrica.

Falhas nesses equipamentos geralmente implicam em altos custos de reparo e interrupções na distribuição, o que por sua vez, pode acarretar em multas para as concessionárias e perda de qualidade junto aos clientes.

Por conta dessas razões, as técnicas de monitoramento e diagnóstico de transformadores de potência aumentaram consideravelmente sua popularidade nos últimos anos. Entre essas técnicas se encontram, justamente, a análise de vibração e de ruídos.

Torres de resfriamento

A torre de resfriamento é um sistema que faz uso de processos de evaporação e transferência de calor para resfriar um fluido, geralmente água. São equipamentos comumente encontrados em usinas de energia, petrolíferas, indústrias químicas, entre outras.

Dentre os vários componentes envolvidos na operação dessas torres, podemos citar ventiladores, motores, redutores e eixos de transmissão. Quando essas torres estão em funcionamento, a maioria de seus componentes fica inacessível para a checagem de possíveis defeitos, o que pode ser um problema durante longos períodos de operação. Além disso, a manutenção normalmente precisa ser realizada por uma equipe especializada e devidamente equipada.

Essas razões, aliadas ao fato de que falhas podem causar não apenas paradas e perdas financeiras, mas também desastres ambientais e de segurança, fazem com que o monitoramento da vibração por medidores sem fio seja um importante aliado na manutenção desses equipamentos.

Por ora, essas são as aplicações mais comuns que encontramos. Entretanto, sabemos que há um universo de outras aplicações. Você lembra de mais alguma?  Que tal nos contar a sua experiência no monitoramento e análise de vibração?