Como associar um data logger a uma máquina?

Como associar um data logger a uma máquina?

Após já haver cadastrado uma máquina, siga o passo-a-passo:

 

  1. Acesse a máquina desejada;
  2. Selecione o símbolo de “+” localizado no canto inferior direito da tela;
  3. Preencha os dados requisitados do data logger:
    • Label: Nome/identificação do ponto de monitoramento;
    • Dynalogger: seleção do data logger desejado;
    • Sample interval:  intervalo de amostras desejado para o spot, ou seja, a cada quanto tempo o data logger irá coletar medidas do componente no qual está instalado;
    • Monitoring Location:  tipo de componente no qual o data logger está fixado. São 4 opções: Bearing Housing, ou seja, mancal de rolamento, Gearbox, caixa de engrenagens ou ainda Shaft, correspondente a eixo. Caso o componente não se encaixe em nenhuma das classificações, selecione Other, para outros;
    • RPM: rotações por minuto do componente giratório próximo do data logger;
    • Range: faixa dinâmica de aceleração/velocidade RMS desejada;
    • A1 and A2 Limits: limites para os quais um alerta em LED será emitido. O usuário deve escolher entre definir os limites para a temperatura ou para velocidade RMS. Quando dentro dos limites definidos, o data logger emite uma luz em LED verde a cada 5 segundos. Quando A1 é transgredido, a cor verde é substituída por vermelho. Já quando o limite A2 é ultrapassado, o data logger emite alerta vermelho duas vezes seguidas, ou seja, um LED vermelho pisca duplamente a cada 5 segundos.
    • Axis: orientação de posicionamento do data logger. Ao clicar no ponto de interrogação, será exibida uma imagem com as orientações dos eixos X, Y e Z do data logger. Após visualizá-la,
      selecione o posicionamento real dado ao data logger para cada um dos três eixos. São cinco opções: axial, horizontal, radial, tangencial e vertical.
  4. Confira todas as informações e selecione “SAVE”.