Modelo de Gestão

Gestão Ambiental

A “Dynamox” reconhece o profundo valor do Desenvolvimento Sustentável e se compromete em ser uma organização socialmente responsável, e que busca a melhoria da qualidade de vida em geral. Este compromisso inclui significativa mitigação dos impactos ambientais de seus produtos e serviços entre outras ações.

A concepção de estratégias voltadas para a sustentabilidade é a marca de sua Política Ambiental, e nela acontecem também algumas atitudes internas rotineiras:

  • Ordenamento de processos de criação de documentos e formas previstas de impressão para reduzir consumo de papel e tinta, em prol do meio ambiente;
  •  
  • Procedimentos estabelecidos e monitorados de severo Gerenciamento de Resíduos Sólidos;
  •  
  • Pesquisa constante para melhoria de seus produtos e serviços, em busca da sustentabilidade e da satisfação contínua de seus clientes, com ampliados benefícios para a proteção da vida, dos lucros e dos ambientes de trabalho;
  •  
  • Busca de várias certificações nacionais e internacionais para seus produtos, algumas já alcançadas;
  •  
  • Amplo programa estabelecido de treinamento para estagiários de nível superior e pós, e de colaboradores em geral;
  •  
  • Agenda de fatores externos, com consulta e análise crítica a requisitos regulatórios, ambientais e outros, para manutenção de compliance;
  •  
  • Relacionamento regulado entre a empresa e as organizações externas, públicas e privadas, através de seu Código de Ética e Política Anticorrupção.

A “Dynamox” oficializa assim, o desenvolvimento e manutenção de seu Sistema de Gestão Ambiental 2018/2020, certificável na Norma ABNT NBR ISO 14001:2015, cuja manutenção é responsabilidade corporativa da Direção, de todo corpo gerencial, e de seus colaboradores em vários níveis. Sua estratégia foca nas expectativas das partes interessadas, e na busca de melhoria no desenvolvimento tecnológico contínuo de seus produtos e processos, em benefício da eficiência, sustentabilidade e proteção a ativos, pessoas e ao meio ambiente.

Em curto a médio prazo, assume as responsabilidades mencionadas a seguir:

  • 1- Garantir o cumprimento da legislação ambiental e dos respectivos compromissos e objetivos assumidos pela Liderança no escopo do SGA;
  •  
  • 2- Monitorar e investir na melhoria do nível de eficiência de seus produtos, serviços e dos processos estratégicos do seu negócio;
  •  
  • 3- Promover entre seus colaboradores internos e externos a conscientização para utilização racional dos recursos naturais nas atividades diversas do negócio;
  •  
  • 4- Avaliar de forma metodológica, em etapas distribuídas de médio a longo prazo, o ciclo de vida de seus produtos;
  •  
  • 5- Criar, divulgar, manter e monitorar Política Ambiental dinâmica e apropriada a sua condição de
    indústria 4.0.
Versão Original, 27 de fevereiro de 2019

As atividades se dividem em novos eventos e no monitoramento dos já alcançados no período 2018/2020.

  • 1- Agenda de fatores externos, busca diariamente, através de consulta à Internet e à instituições como CNI, SENADO, INMETRO, IBAMA e outros, novas legislações ou requisitos regulatórios que venham a interferir nos produtos, processos, e políticas da organização.
    • 1.1 Uma vez detectado instrumento legal de requisito, estes são colhidos, arquivados de forma metodológica e passam por “Estudos de SGA”, recebendo análise crítica da equipe responsável;
      1.2 Julgado pertinente, são assumidos pelo sistema através de procedimento ou outro meio desenvolvido, avaliado e, quando aprovado, é integrado nas agendas de atividades e sistema pertinente, inclusive em rotinas de auditoria; 
    • 1.3 Toda integração é monitorada de forma ordenada em procedimento de controle especificado de documentos;
      1.4 As consultas da agenda são registradas diariamente para conhecimento da Direção.
    •  
  • 2- Para manter e aumentar o nível de compliance dos processos estratégicos e produtivos:
    • 2.1 A Direção Técnica alcançou e cuidará de manter a certificação ATEX para atender com segurança zona zero, atmosferas explosivas especificadas.
      2.2 A Direção Técnica busca certificação FCC e Marcação CE para seus produtos, aperfeiçoando ou substituindo, durante o processo de busca, os materiais utilizados na engenharia de seus produtos, para melhoria de desempenho e proteção do meio ambiente, processo em fase adiantada de desenvolvimento.
      2.3 Internamente, realiza-se o monitoramento da geração de resíduos sólidos e seu encaminhamento para o descarte controlado, via empresa especializada contratada, ou negociação para reciclagem de alguns componentes.
      2.4 Aquisição realizada no período de equipamento injetor de resina, para eliminação do contato manual do processo, potencial causador de alergias e de alto custo pela manutenção de vestuário e de EPIs. Esta providência elimina o uso de copos plásticos da linha de produção. Operação com gerenciamento de risco e fase de treinamento concluída, com resultados positivos e imediatos.
      2.5 Ação realizada no período de promover a redução dos produtos, de forma segura, elegante e prática, os quais já foram reduzidos em 40% de seu tamanho, eliminada tinta e processo de pintura, eliminado processo de jateamento de areia do plástico, alcançada redução de 30% da etiqueta de identificação.
      2.6 Ação já realizada no período de aumentar o alcance de desempenho para 60 metros de distância, evitando a aproximação do leitor (colaborador) a equipamentos críticos em ambientes de alto risco.
  •  
  • 3- Promover ações simples de utilização cada vez mais racional dos recursos ambientais:
    • 3.1 Em Declaração de Responsabilidade Socioambiental, inserida no Manual da Qualidade:
    • 3.1.1 A organização renuncia a orientação normativa específica das normas ABNT, exclusivamente no que se referem à regras de apresentação de trabalhos: Alterando as margens de seus documentos para:
      •  Superior: 1,5 cm
         Inferior: 1,5 cm
         Esquerda: 3,0 cm
         Direita: 2,0 cm
    •  
    • o Alterando a impressão de documentos internos no módulo rascunho. Esta determinação visa alcançar significativa economia de papel, mensurável em aproximadamente 5.000 folhas ofício no período de um ano de atividade.
    •  o Alterando condições de acesso digital aos documentos das Bibliotecas Técnicas disponibilizadas aos usuários. 
    • 3.1.2 A organização renuncia ao padrão de fonte estabelecido em normas técnicas e adapta sua criação de documentos de forma a reduzir o impacto ambiental da impressão de seus documentos, obrigações acessórias de sistemas.

As cores têm padrão em preto, exceto questões específicas pré- determinadas, os grifos são sublinhados. Gerenciamento de risco é exceção.

3.1.3 Quando da ocasião de impressão, deverão ser aproveitados frente e verso da folha.

Nota nº 1 – Estes padrões eleitos ficam suspensos em atividade cuja normalização seja imposta como padrão oficial do país.

  • 4- A empresa participa da coleta de tampas plásticas, para a iniciativa do CELTA, objetivando evitar o lixo plástico mais resistente no meio ambiente, e proporcionar receita para promover a castração social de animais domésticos.
  •  
  • 5- Avaliar de forma metodológica, em médio a longo prazo, o ciclo de vida de seus produtos.
    • 5.1 Registrar desenho explodido de cada produto, com seus componentes, ou harmonizar apresentação de forma a identificar cada parte.
    • 5.2 Aplicar metodologia de avaliação de origem e pegada ecológica de cada componente.
    • 5.3 Eleger um dos impactos (um de cada vez) e iniciar estudos pra sua redução.
  •  
  • 6- Criar, divulgar, manter e monitorar política ambiental dinâmica e apropriada a indústria 4.0, considerando tratar-se de uma pequena empresa.
    • 6.1 Fazer constar em contratos, a existência de uma Política Ambiental para Certificação ISO 14001:2015 e de inclusão em “Compliance”, para todos as atividades.
    •  
  • 7 – A Dynamox classifica os computadores (e por consequência, operadores) de sua rede com o nome e imagem de tela de um mamífero, lembrando a importância deles. Ex: elefante, texugo, anta, lêmure, etc.

Estamos implementando ISO 9001, ISO 14001:2015 e ISO 45001:2018.

Versão Original, 27 de fevereiro de 2019